quinta-feira, 10 de março de 2016

[Resenha] Um Amor para Recordar

Escritor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 184
Sinopse: "Landon, filho de uma família tradicional, tentava aproveitar o máximo a liberdade que a pequena cidade de Beaufort, na Carolina do Norte, proporcionava-lhe, antes de entrar na universidade. 
Jamie, filha do pastor da cidade, estava longe de ser uma típica adolescente. Sempre carregava uma Bíblia consigo e era o tipo de garota que tirava as ervas daninhas do gramado de alguém sem que lhe pedissem, ou parava o trânsito para ajudar crianças pequenas a atravessar a rua.
Eram distantes as afinidades que poderiam aproximá-los, mas, após o baile de formatura, o amor aconteceu e as diferenças de Jamie e Landon acabaram por uni-los na descoberta da alegria, da dor da perda e, sobretudo, da força transformadora do verdadeiro amor."
"Há momentos em que desejo fazer o tempo voltar e apagar toda a tristeza, mas tenho a sensação de que, se o fizesse, também apagaria a alegria. Assim, revivo as memórias da forma como vêm, aceitando todas elas, deixando que me guiem sempre que possível." (pág. 09) 
"A vida, eu aprendi, nunca é justa. Deveriam ensinar isso nas escolas." (pág. 22) 
Landon é um jovem de família rica e está no último ano do ensino médio. Só pensa em como aproveitar a vida; Jamei é filha do pastor da cidade e sempre carrega a bíblia contigo. Também está no último ano do ensino médio.

Os dois se conhecem desde pequenos, mas nunca tiveram tanto contato devido as diferenças. E isso continua no ensino médio até que o baile de formatura e a peça de teatro da cidade - organizada pelo pai de Jamie - faz com que eles se aproximem.
"Não acho que tenhamos que entender o que acontece o tempo todo. Eu acho que, às vezes, é preciso simplesmente ter fé." (pág. 127)
"Não foi algo muito longo, e também não foi o tipo de beijo que vemos nos cinemas hoje em dia, mas foi maravilhoso à sua própria maneira. E tudo que eu me lembro foi que, naquele momento, quando nossos lábios se tocaram pela primeira vez, eu sabia que a lembrança duraria para sempre." (pág. 126)
Mesmo no começo sendo obrigado com essa aproximação, Landon começa sentir algo a mais por Jamie e, ainda assim, sente-se com vergonha de ser visto com ela por aí. Esse amor é correspondido, porém, quando assume esse sentimento, é visível o amadurecimento do mesmo e começa a ficar mais intenso após a descoberta da doença de Jamie.
"Você sabe que é amor quando tudo que quer fazer é ficar junto da outra pessoa, e tem a impressão de que é o que a outra pessoa quer também." (pág. 138)
"Estava apaixonado, e asensação era ainda mais maravilhosa do que eu podia ter imaginado." (pág. 145)
Essa não é apenas uma história de amor e superação entre o casal, mas também entre pai e filha: um cuidado, carinho e medo de perde-la. E para quem não sabe esse livro foi inspirado na irmã de Nicholas.

O livro é narrado na perspectiva de Landon e podemos perceber como o amor muda a vida dele. A história é contada 40 anos atrás como conheceu a sua amada Jamie.
"O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não sente ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta." (pág. 167)
"Você faria uma coisa por mim, então? (...)
Eu dei um leve sorriso, e ela retornou a minha afeição com um leve aperto na minha mão. Encorajado, me inclinei para frente, mais perto dela, e respirei fundo. Quando eu exalei, estas foram as palavras que fluíram: 
- Quer se casar comigo?" (pág. 177)

Não é o melhor livro do Sparks, mas é um livro leve, com uma escrita simples que te fará acreditar no amor verdadeiro; fará acreditar que o amor é capaz de continuar vivo após tantos anos.

Avaliação: ♥ ♥ ♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário