sábado, 20 de fevereiro de 2016

[Resenha] Diário de Uma Paixão

Escritor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 244

Sinopse: "A história começa no inicio de outubro de 1946 quando dois jovens, Noah Calhoun e Allison Nelson, se conhecem e se apaixonam perdidamente. Tudo parece perfeito, quando a família de Allie a impede de continuar a vê-lo devido a enorme diferença de classe social entre os jovens."
"Não sou nada especial; disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome, em breve, será esquecido, mas amei uma pessoa com toda a minha alma e coração, e para mim, isso sempre bastou." (pág. 02)
"É a possibilidade que me faz continuar, não a certeza, uma espécie de aposta da minha parte. E embora você possa me chamar de sonhador, de tolo ou de qualquer outra coisa, acredito que tudo é possível." (pág. 05)
Muitos, na verdade, já devem conhecer a história de Allie e Noah, não é mesmo? Mas, ainda assim, estou aqui para compartilhar minha opinião sobre o livro com vocês. E para quem não conhece, quem sabe, criar um interesse por ele.

A história começa a ser narrada por um Noah de 80 anos, em uma Casa de Repouso, onde ele sempre lê para outras pessoas de sua idade que ali estão, mas principalmente para uma velha senhora. Ele lê um diário e conta a história de um romance entre duas pessoas que sobreviveram mesmo com todos os acontecimentos e que anseia por um milagre.
"Mas ele tinha se apaixonado uma vez. Uma única vez, muito tempo atrás. E isso mudara para sempre. O amor perfeito faz isso com as pessoas, e aquele tinha sido perfeito." (pág. 12) 
"O meu pai me contava que a primeira vez que a pessoa se apaixona muda a vida dela para sempre, e por mais que você tente, o sentimento nunca desaparece." (pág. 15)
Noah é um jovem de família humilde, trabalha duro para ter algum dinheiro. Já Allie é de uma família rica e que veio passar as férias da faculdade com seus pais na Carolina do Norte. E é claro, como em todo romance do Sparks, eles se apaixonam loucamente. Passam grande parte do tempo juntos: conversando, se conhecendo; até que os pais de Allie tentam distanciá-los, pois querem um futuro melhor para ela e ele, por vir de uma família humilde, não é o que eles esperam. 

Para Allie, não era apenas "um amor de verão", como seus pais diziam, era mais do que isso. Ele era o amor da vida dela. Sofreu muito com o término, porém, foram obrigados a seguirem destinos diferentes. Noah foi servir o exército para comprar a casa que sempre sonhara - a casa em que ele e Allie passaram a primeira noite juntos.
"Ela contava o que queria fazer na vida - as suas esperanças e sonhos para o futuro - e ele ouvia atentamente, depois prometia que faria tudo aquilo torna-se realidade. E falava de um jeito que fazia com que ela acreditasse nele, e nesse instante ela sabia o quanto ele significava para ela." (pág. 33)
"Ficamos apaixonados, apesar das diferenças entre nós, e quando isso aconteceu, alguma coisa rara e maravilhosa foi criada." (pág. 102)
"Digo porque amo você agora e sempre te amei. Mais do que você possa imaginar." (pág. 120)
"E sei que passei todas as vidas, antes desta, procurando você. Não alguém como você, mas você, porque a sua alma e a minha têm de estar sempre juntas." (pág. 122)
"Você é a resposta para todas as minhas orações. Você é uma canção, um sonho, um murmúrio, e não sei como consegui viver sem você durante tanto tempo. Eu amo você, Allie, mais do que você é capaz de imaginar. Sempre te amei e sempre vou te amar." (pág. 127)
"Você não pode viver a sua vida para os outros. Você tem de fazer o que for certo para você, mesmo que isso machuque as pessoas que você ama." (pág. 141)
Depois de 14 anos, Allie fica sabendo que Noah reconstruiu a casa em que ele tanto sonhara e retorna para Carolina do Norte para ver a reforma. Allie estava prestes a se casar com outro jovem, mas com esse retorno, será que os sentimentos irão aflorar? Será que Allie deixou de amá-lo? O que o futuro reserva para os dois?

Quando você inicia o livro já imagina o desfecho que o mesmo irá ter. Mas não tem como não ficar apaixonada pela história. É uma das melhores histórias de amor que já li. Nicholas tem um jeito único de encantar o leitor com a sua narrativa e fazer com que você sorria e chore nos momentos certos. É uma história emocionante!
"Quando você chorar, eu vou chorar, e quando você sofrer, eu vou sofrer. E juntos tentaremos estancar a maré de lágrimas e desespero e juntos vamos superar os obstáculos da esburacadas ruas da vida." (pág. 172)
"Eu amo você, Allie. Eu sou quem eu sou por sua causa. Você é toda a razão, toda a esperança e todos os sonhos que eu já tive na vida, e aconteça o que acontecer no futuro, cada dia que estamos juntos é o melhor dia da minha vida. Serei sempre seu." (pág. 175)
Em 2012, quando li pela primeira vez, fiquei encantada com a história e acredito que o filme relatou bem o livro. E em 2015 eu reli pelo simples fato que estava com saudades do personagem. E eu me pergunto: como é possível? Amo escritores que me deixam com essa sensação de saudade.

Se você ainda não conhece a história, vale a pena conhecer. Se você ama história de amor com drama, esse livro é pra você. Se você sonha em ter um Noah - um homem romântico, capaz de fazer tudo pela pessoa amada - na sua vida, esse livro também é pra você. 
"Ela era o meu sonho. Ela me fez ser quem eu sou, e tê-la nos meus braços era mais natural para mim do que as batidas do meu próprio coração." (pág. 177)
"O silêncio é sagrado. Ele aproxima as pessoas, porque só quem se sente confortável ao lado de outra pessoa pode ficar sentado sem falar. Esse é o grande paradoxo." (pág. 179)
"Você é, e sempre foi, o meu sonho." (pág. 207)
Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário