domingo, 22 de março de 2015

[Resenha] A Elite

Escritora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 354
Sinopse: "A Seleção começou com 35 garotas. Agora, restam apenas seis e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto. America precisa de mais tempo, Mas, enquanto está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer - e ela está prestes a perder sua chance de escolher."
"- Só acho que formaríamos um bom "nós".
- Formaríamos um "nós" maravilhoso." (pág. 49) 

A Elite é a “segunda fase” da seleção onde restam apenas 6 garotas disputando a coroa. Porém nesse livro encontramos America um pouco mais perdida e cheia de dúvidas. E após saber quais são as reais intenções de Maxon, ela começa a se questionar se a coroa e a vida no palácio é realmente o que ela quer.
"- Como é amar? (...)- É a coisa mais maravilhosa e terrível que pode acontecer com você. Você sabe que encontrou algo incrível e quer levá-lo para sempre consigo. E um segundo depois de ter aquilo, você fica com medo de perder." (pág. 73)
Conforme vai lendo, a cada capítulo você pensa:"finalmente a America decidiu!" e quando chega no capítulo seguinte percebe que não, ela não decidiu. Está confusa em relação aos seus sentimentos e não percebe que está afastando o príncipe da sua vida. Independente do seu sentimento, Maxon ainda continua conhecendo as garotas restantes porque com America confusa, ele não sabe se deve entregar-se completamente à ela. E sim, você fica completamente brava com America! Não acredito como ela pode ter dúvidas entre Maxon x Aspen.
"Puxei-o contra meu peito, e ele fez o mesmo. Ficamos mais próximos do que nunca. No fundo da minha mente, uma voz me dizia que estávamos em um salão lotado, que ali, em algum lugar, estava minha mãe, provavelmente desmaiando com a cena. Mas nada importava. Naquele momento, paracíamos ser as únicas duas pessoas no mundo." (pág. 92)
Em A Elite, a gente também percebe que é mais falado sobre as questões políticas do país. Mas ainda fica muito no ar a questão dos rebeldes. O que deixa minha curiosidade ainda maior! E America também fica bem encrencada por querer envolver-se nesse assunto. E ah, como ela fica encrencada... Mas o Maxon, sempre sendo um príncipe! *suspiros* Leiam, leiam, leiam!

Completamente curiosa com o último livro "A Escolha".
"Falei a mim mesma para pegar meu coração de volta, ele não podia ser de Maxon. Tínhamos começado essa história como amigos. Talvez fosse esse o nosso destino: bons amigos. Mas eu estava arrasada." (pág. 189) 
"Às vezes, sinto que somos um nó complicado demais de desfazer." (pág. 236)
"Não era como se a minha presença fizesse o mundo dele mais feliz. A sensação que eu tinha era de ser o mundo dele." (pág. 324)
Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário