[Resenha] A Caminho do Altar (os Bridgertons #8)

outubro 26, 2017

Escritora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 320


SINOPSE: "Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece.
   O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la.
   Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?"




"Poderia ser algo que não se podia ver, cheirar ou tocar, mas estava ali, e era só questão de tempo antes que ele, também, encontrasse à mulher de seus sonhos." (p. 117)

E a série está chegando ao fim. “A caminho do altar” é o oitavo e penúltimo livro da série e nele nós somos apresentados a Gregory Bridgerton, o único irmão que ainda não casou e está à procura da esposa perfeita; aquela que leve seu coração por inteiro.

Gregory está solteiro, mas sempre acreditou no amor. Aliás, como isso poderia ser diferente? Seus pais eram completamente apaixonados, seus irmãos haviam se casado e estavam completamente felizes e apaixonados até hoje. Por isso ele tinha tanta certeza que encontraria a mulher perfeita e a reconheceria assim que a encontrasse.  E não foi diferente.


"Nós não escolhemos à pessoa da qual nos apaixonamos." (p. 615)

A mulher que Gregory acha perfeita e a qual deseja se casar está completamente apaixonada por outro. Então Hermione Watson não dá nenhuma atenção para esse Bridgerton e seu coração fica completamente despedaçado. Mas, para a sorte de Gregory, Hermione acredita que sua melhor amiga, Lucinda Abernathy, seria o par perfeito para ele já que ela considera que o pretendente de Lucy é péssimo partido.

Seria possível Gregory se apaixonar por Lucy, mesmo interessado em Hermione? É possível amar duas pessoas ao mesmo tempo? Afinal, isso seria amor ou apenas uma atração? O que Gregory não sabe é que essa descoberta e envolvimento com a Lucy irá gerar uma enorme confusão e muitos segredos de sua família serão revelados.


E então eu conheci a estória de Gregory. Cheguei ao penúltimo livro da série e não sei por onde começar. Gostei? Gostei, mas não amei. Me diverti em alguns momentos da estória; me senti até mesmo apreensiva com os acontecimentos, mas, como esperado, já sabia como iria terminar, afinal, é o que esperamos de um romance.

Devido a todos os acontecimentos, o desenrolar dessa estória foi bem devagar. Julia Quinn, como sempre, continua com uma escrita maravilhosa, mas tudo demorou bastante para ter o seu final feliz. Confesso que por ser o penúltimo livro da série esperava um pouco mais dele.


"Se você amar alguém, verdadeira e profundamente, não o sentiria como se isso fosse tudo?" (p. 1411)

O livro apresenta aquele imenso amor que somente esses romances de época são capazes de apresentar e isso começa quando Gregory acha que está apaixonado por Hermione, mas percebeu que seu coração era de Lucy. Aliás, isso foi uma surpresa para mim porque não me recordo de ter lido nada comparado a outros livros da autora.

Preciso confessar que foi um pouco difícil concluir essa leitura. Não consegui me conectar em nenhum momento com nenhum dos personagens e essa enrolação para toda a estória finalmente ter um final feliz, foi algo que demorou e me deixou um pouco irritada. Houve, sim, romance, mas nada como comparado aos livros anteriores. Talvez esse tenha sido um dos motivos por não ter gostado mais desse livro.


"Tinha pensado que conhecia o mundo, mas com cada dia que passava, dava-se conta que entendia cada vez menos." (p. 2809)

Enfim, esse Bridgerton não levou o meu coração. Mas sobre o final, preciso dizer que queria saber mais porque foi onde realmente comecei a gostar muito! Agora estou ansiosa para a leitura do último livro da série, “e viveram felizes para sempre”, para saber o que a autora nos reservou.



Avaliação: ❤❤❤

*Ficção / literatura estrangeira / romance*


Resenhas dos livros anteriores da série:

You Might Also Like

4 comentários

  1. Olá, tudo bem? O livro é tão bem falado e parece ótimo, toda a série, na verdade. Eu tenho o primeiro volume e ainda não iniciei.
    Uma pena o livro não ter te conquistado.

    Beijos.
    Amor Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série vale a pena ser lida, isso não há dúvidas. Mas infelizmente alguns não conquistam tanto quanto outros :(
      Espero que te conquiste também!

      Beijos.

      Excluir
  2. Eu amo a séries "Os Bridgertons", mas os últimos volumes da série são os mais fraquinhos. Fazem tempo que li "Um Beijo Inesquecível", mas estou com receio de ler esse.
    www.livrosenerdicesblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo. Alguns livros me deixou com vontade de abandonar a série, mas, alguns me fez amar tanto que eu achei que merecia uma chance. O último livro realmente valeu a pena a leitura.

      Beijos.

      Excluir

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Sobre

PS Amo Leitura surgiu em 2014 com o intuito de compartilhar o meu amor pela leitura com todos.