terça-feira, 5 de julho de 2016

[Resenha] Você (Não) É o Homem da Minha Vida


Escritora: Alexandra Potter
Editora: Record
Páginas: 448
Sinopse: "O sonho da maioria das mulheres é encontrar o homem da sua vida. Lucy só quer se livrar dele.
No instante em que Lucy conhece Nate em Veneza, durante o intercâmbio da faculdade, ela tem certeza de que é o amor da sua vida. Com toda a magia do primeiro amor, eles se beijam ao pôr do sol sob a Ponte dos Suspiros, o que, segundo a lenda local, os uniria para sempre.Passados dez anos, porém, eles perderam contato por completo. Até que Lucy se muda para Nova York, e o destino faz com que se reencontrem. E se reencontrem. E se reencontrem. Mas o Nate atual é muito diferente do que ela conheceu aos 19 anos, e Lucy preferia o antigo.Será que ele é mesmo sua alma gêmea? Como ela conseguirá se livrar dele? Afinal “para sempre” pode ser muito tempo... "
"Se, por algum milagre, você for uma das pessoas privilegiadas e encontrar a sua cara metade, o que quer que você faça, não a deixe escapar. Isso não acontece duas vezes. Almas gêmeas não são como ônibus, não vai passar outra daqui a pouco." (p. 258 - ebook) 
A história começa em 1999, em Veneza. Vamos conhecer Lucy e Nate - um casal jovem, tipicamente apaixonados em uma cidade do amor - e nessa cidade é uma lenda sobre a Ponte dos Suspiros: se eles se beijarem ao pôr do sol na Ponte, eles ficaram juntos para sempre. Lucy como toda garota apaixonada, acredita nesse história e há o beijo entre eles na Ponte dos Suspiros. 

Após 10 anos, o casal não está mais junto devido aos acasos. Lucy morava em Londres, mas mudou-se para Nova York para trabalhar em uma galeria de artes - onde, a mesma, é formada e desistiu de seu sonho de ser artista. Ela ainda se lembra do seu grande amor que acredita firmemente ser a sua alma gêmea. Mas, acaso ou não, ela acaba esbarrando com Nate em Nova York.
"Eu acredito que, nesse mundo enorme, com todos esses bilhões de pessoas, se duas pessoas estiverem destinadas a ficar juntas, elas ficarão juntas..." (p. 914 - ebook)
Acaso ou destino, Lucy não sabe dizer. Apenas que seu coração parecia saltar pela boca quando reencontrou Nate. Como aquela paixão entre eles ainda não havia acabado, eles acabam envolvendo-se novamente. Porém - há sempre um porém! - eles não são mais os mesmos: Nate percebe as mudanças que Lucy teve no decorrer dos anos, mas Lucy prefere o Nate de 10 anos atrás. E então ela percebe que não está mais apaixonada por esse homem.
"Mas não é fácil assim. Infelizmente a vida não é como o ciberespaço. Não posso apenas pressionar a tecla "delete" e apagá-lo." (p. 3470 - ebook)
"A vida pode mudar num piscar de olhos. Tudo o que você tem é o agora. Então nunca deixe para contar depois o que sente por alguém, não suponha que ele sabe, porque pode não saber, e depois pode ser tarde demais." (p. 5834 - ebook)
Mesmo após o reencontro, ficando juntos e separando, ambos continuam "se esbarrando" na cidade e logo vem na mente da Lucy a lenda da Ponte dos Suspiros. Será possível que isso seja além de uma lenda? Tudo que ela deseja é se livrar do homem que um dia ela achou ser o homem de sua vida.

Nesse livro também vamos conhecer Robyn - que é a colega de apartamento de Lucy - e é a que mais tem superstição com a lenda e acredita que tudo seja obra do destino; Também vamos conhecer Adam - um amante de filmes e que não sabe nada sobre arte. Ambos irão aprender muito um com o outro.
"No entanto, é possível passar uma vida inteira com alguém e ainda continua sendo estranho para essa pessoa, mas também é possível conhecer alguém que em pouco tempo consiga enxergar a sua alma. Dá para medir o amor pelo tempo? Por qualquer coisa? Ou é algo inexplicável que não tem rima ou razão, nenhuma explicação científica? Algo que simplesmente acontece, como mágica." (p. 6334 - ebook)
O livro é puro clichê, mas eu sempre digo: adoro clichês! A história é bem contada, porém não há aquele mistério do que irá acontecer a seguir, pois você já imagina o que irá acontecer. Gostei da forma como Alexandra mostrou como o amor da sua vida pode estar em qualquer lugar e que te faz acreditar um pouquinho em acasos e destinos.

Avaliação: ♥ ♥ ♥

6 comentários:

  1. Fiquei super curiosa e parece-me que vou adicionar às minhas Crónicas de uma Leitora Compulsiva :D a lista está a ficar cada vez maior lol
    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lista de leitor nunca tem fim mesmo haha.

      Beijos.

      Excluir
  2. Oi! Eu gostei deste livro achei uma leitura ideal para mesclar com aquelas mais densas, adoraria ler outros da autora.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma leitura bem descontraída mesmo. Gostei de conhecer a escritora. :D

      Beijos.

      Excluir
  3. Olá!
    Já li esse livro. Achei a leitura leve, e mesmo sendo um clichê eu gostei =)
    Parabéns pela resenha!

    Beijos ;*

    www.booksimpressions.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem leve mesmo e clichê rs mas eu adoro livros assim, principalmente depois de uma ressaca literária rs.

      Beijos!

      Excluir