quarta-feira, 18 de maio de 2016

[Resenha] O Lado Mais Sombrio

Escritora: A.G. Howard.
Editora: Novo Conceito
Páginas: 368
Sinopse: "Alyssa Gardner tem uma vida conturbada, ela ouve vozes de insetos e flores. A garota mora apenas com o pai pois a mãe foi internada e considerada insana e instável, e alegava ouvir as mesmas vozes que Alyssa sabe que são verdadeiras. Em uma das visitas, ela descobre que cada dia sua mãe pior, e que o pai havia concordado com o médico em aplicar um tratamento de choque, o que não apenas poderia transformar sua mãe em outra pessoa, como também poderia matá-la. Para impedir isso, Alyssa terá que mergulhar no obscuro mundo do País das Maravilhas e consertar os erros que a verdadeira Alice deixou pra trás, dessa forma quebraria a maldição sobre sua família. Mas a verdade é que o País das Maravilhas foi totalmente distorcido por Lewis Carrol, e Alyssa vai descobrir um lado sombrio do conto de fadas."
"As fotografias contam histórias. Mas as pessoas esquecem de ler as entrelinhas." (p. 554 - ebook) 

Se você leu Alice no País das Maravilhas e acha que O Lado Mais Sombrio vai ser fofinho da mesma forma: você está enganado. O livro trata o País das Maravilhas de uma forma mais obscura.

Em O Lado Mais Sombrio vamos conhecer Alyssa: ela é tataraneta de Alice Lidell que foi internada em uma clínica psiquiátrica por falar com insetos e objetos. A mãe de Alyssa - Alison - também "sofre com essas loucuras" e também foi internada. Alyssa tem medo que isso acabe acontecendo com ela.
"O amor deflagra a transferência." (p. 3261 - ebook)
Ela sofre bullying por conta do passado de sua família. As únicas pessoas que ela pode confiar - além de seu pai - são Jeb e Jen: seus vizinhos e melhores amigos. Jeb acaba se tornando um dos personagens que irá ajudar Alyssa com esse País ou até mesma confundi-la ainda mais.
"O mesmo amor que é tão vivo em seus olhos, transpassa as barreiras entre nós." (p. 4849 - ebook)
"Mas a emoção só pode ser sentida, não vista." (p. 4925 - ebook) 
Um certo dia, Alyssa percebe que consegue ouvir vozes de insetos em sua mente e começa a desejar que não seja como Alison. Até em uma visita no hospital, Alyssa descobre que realmente há um País das Maravilhas, que toda as histórias contadas são reais e não apenas um "conto de fadas" e que esse mundo pode não ter volta.
"Eu daria todos os meus poderes para tê-la em meus braços. Seu amor é a única magia de que preciso." (p. 4981 - ebook)
Alyssa mesmo com medo, adentra no País das Maravilhas e acaba descobrindo quem ela é de verdade e mais sobre o passado que sempre assombrou sua família. Nesse mundo ela irá conhecer que a história narrada por Lewis Carrol não é real; é completamente o oposto do que diz nos livros. Ela conhecerá criaturas enigmáticas e que a ajudarão nesse mundo e com o mundo externo - principalmente Morfeu. São algumas dessas mudanças que Alyssa poderá realizar para ajudar sua mãe. 

Nunca fui muito fã de Alice, confesso. Mesmo esse livro sendo sombrio, eu não consegui ser cativada pelos personagens. Os acontecimentos são narrados tão rapidamente que você acaba se perdendo na narrativa. Quando percebe, um outro acontecimento já surgiu. O que mais gostei do livro é a magia que há nele, mesmo às vezes sendo bem confuso. Para quem gosta de magia e principalmente de Alice, vai amar o primeiro livro da trilogia.

Avaliação: ♥ ♥ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário